Racionalização do consumo entra na pauta do governo

Simple Energy Post, 20 de Janeiro de 2015

Segundo matéria publicada pelo jornal Valor Econômico, a piora no nível dos reservatórios das hidrelétricas na semana passada fez ganhar força novamente no governo a discussão sobre a adoção de medidas para racionalização do uso de energia elétrica. O assunto já foi levado ao Palácio do Planalto, embora não haja decisão tomada. O governo tenta definir um discurso, a fim de evitar que seja criada a imagem de que realizará um racionamento ou que o país enfrenta apagões. A mensagem é que será buscada uma "economia" no consumo de energia.

"Não podemos esperar até o fim das chuvas para fazer alguma coisa", diz uma autoridade. "Já erramos uma vez [em 2001, quando o governo adiou medidas preventivas]. Não tem sentido errar de novo", completa um membro do Planalto.

Não se pensa neste momento na adoção de medidas restritivas ao consumo, como a sobretaxa criada no racionamento de 2001. A palavra que circula no governo é "racionalização" com campanhas para redução do uso de energia.

A expectativa no governo era que qualquer decisão poderia ser adiada para depois de abril, quando acaba o período chuvoso no país. O calendário ganhou urgência depois dos problemas de fornecimento em diversos estados no dia 19 de janeiro. 

Ainda segundo o jornal, técnicos do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) chegaram a estudar possíveis medidas para a economia de energia no ano passado. Nada foi adiante por causa do calendário eleitoral. O argumento agora é que esperar o fim das chuvas poderá exigir medidas mais severas, enquanto agir agora permite se antecipar aos problemas.

Do outro lado, há quem defenda que haverá uma redução natural do consumo nos próximos meses. O aumento médio de até 40% nas tarifas, assim como as bandeiras que repassam mensalmente boa parte do custo da energia das termelétricas, exigirá novo comportamento do consumidor. Além disso, o baixo crescimento da economia tende a reduzir também o consumo industrial. Nos dois casos, o cenário seria positivo e não exigiria medidas de curto prazo.

Link da NotíciaSite externo.




DISCLAIMER: As informações apresentadas neste materianl foram elaboradas pela Simple Energy e refletem condições de mercado e cenários atuais. Trata-se de material meramente informativo com direitos de propriedade intelectual pertencentes à Simple Energy e, portanto, destacamos a não responsabilidade por ações tomadas com base neste informe.

Av. Das Nações Unidas, 14.171 - Marble Tower - 11º andar - Brooklin Novo

Tel: 2199 9400 - São Paulo - SP

Copyright 2017 - Simple Energy - Todos os direitos reservados