Braga cogita racionamento se reservatórios chegarem a 10%

Simple Energy Post, 29 de Janeiro de 2015

Segundo matéria publicada pela agência Canal Energia, o ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, admitiu em entrevista que o governo pode adotar medidas drásticas, caso o nível dos reservatórios atinja um limite mínimo de 10%. Braga não foi taxativo, mas também não desmentiu quando questionado se essas medidas incluiriam racionalização de energia ou até mesmo um eventual racionamento. “É claro que se nós tivermos uma medida prudencial que for necessária, nós tomaremos”, disse, ao voltar de reunião com o ministro chefe da Casa Civil, Aloizio Mercadante.

No entanto, Braga insistiu que, mantido o nível atual dos reservatórios, existe energia suficiente para garantir o abastecimento. “É óbvio que se nós tivermos mais falta de água, se nós passarmos do limite prudencial de 10% dos nossos reservatórios, aí estamos diante de um cenário que nunca foi previsto em nenhuma modelagem de energia”, reconheceu.

Questionado sobre se o percentual citado seria o limite para decretar o racionamento, o ministro esclareceu que o nível de 10% foi estabelecido pelo Cepel como o limite para o funcionamento das usinas. Os dados mais recentes publicados pelo ONS apontam para níveis de reservatório em 16,93% no Sudeste e 16,79% no Nordeste, registrados ao final do dia 27 de janeiro, sendo estas as regiões com níveis mais críticos.

 


DISCLAIMER: As informações apresentadas neste materianl foram elaboradas pela Simple Energy e refletem condições de mercado e cenários atuais. Trata-se de material meramente informativo com direitos de propriedade intelectual pertencentes à Simple Energy e, portanto, destacamos a não responsabilidade por ações tomadas com base neste informe.

Av. Das Nações Unidas, 14.171 - Marble Tower - 11º andar - Brooklin Novo

Tel: 2199 9400 - São Paulo - SP

Copyright 2017 - Simple Energy - Todos os direitos reservados