Bandeiras tarifárias cobrirão geração própria

Simple Energy Post, 26 de Março de 2015

Segundo matéria publicada pela Agência Canal Energia, as bandeiras tarifárias pagarão a conta da energia produzida por consumidores. Dessa forma, essa modalidade de geração não representará um impacto extra na tarifa dos brasileiros. Segundo Tiago de Barros, diretor da Agência Nacional de Energia Elétrica, a sobra de recursos para cobrir essa geração própria surge de um arredondamento do cálculo das bandeiras tarifárias e de uma possível cobertura da exposição involuntária das distribuidoras.

Para remunerar essa geração e cobrir os custos com combustível e O&M, a Aneel definiu o valor de R$ 1.420/MWh para a geração produzida por equipamentos a diesel; de R$ 792,49/MWh para o gás e R$ 388,48/MWh para as demais fontes. Como a portaria fala em geração por fontes, a Aneel vislumbrou um modelo para dar possibilidade para que todo tipo de fonte possa participar dessa chamada, numa tentativa de alavancar o mercado de microgeração solar, minieólicas e até mesmo biocombustível. 

Uma vez que a portaria tem validade até 18 de dezembro, o empreendimento voltaria a ser enquadrado na Resolução nº 482/12 após essa data, voltando ao sistema de crédito de energia com a distribuidora.




DISCLAIMER: As informações apresentadas neste material foram elaboradas pela Simple Energy e refletem condições de mercado e cenários atuais. Trata-se de material meramente informativo com direitos de propriedade intelectual pertencentes à Simple Energy e, portanto, destacamos a não responsabilidade por ações tomadas com base neste informe.

Av. Das Nações Unidas, 14.171 - Marble Tower - 11º andar - Brooklin Novo

Tel: 2199 9400 - São Paulo - SP

Copyright 2017 - Simple Energy - Todos os direitos reservados