Braga cogita limitação de 10% ao GSF

Simple Energy Post, 03 de Julho de 2015

O governo considera a possibilidade de limitar a 10% o impacto do aumento do déficit de geração das usinas hidrelétricas, com uma solução que mescla 5% de lastro físico e 5% de risco financeiro dos geradores. O que ultrapassar esse limite, segundo a fórmula em estudo, será pago pelo consumidor. A proposta defendida pelo ministro de Minas e Energia, Eduardo Braga, reflete a preocupação de que a manutenção do risco hidrológico nos níveis atuais desestimule novos investimentos em expansão e quebre o modelo hidrelétrico.
A questão chegou aos tribunais, com as UHEs Santo Antônio e Serra do Facão, além de usinas do grupo Rialma, beneficiadas pela limitação do GSF a 5% da garantia física dos empreendimentos. No último dia 1º de julho, uma ação coletiva promovida pela Associação Brasileira dos Produtores Independentes de Energia Elétrica conseguiu liminar que impede a aplicação do ajuste do MRE às empresas pertencentes à Apine.




DISCLAIMER: As informações apresentadas neste materianl foram elaboradas pela Simple Energy e refletem condições de mercado e cenários atuais. Trata-se de material meramente informativo com direitos de propriedade intelectual pertencentes à Simple Energy e, portanto, destacamos a não responsabilidade por ações tomadas com base neste informe.

Av. Das Nações Unidas, 14.171 - Marble Tower - 11º andar - Brooklin Novo

Tel: 2199 9400 - São Paulo - SP

Copyright 2017 - Simple Energy - Todos os direitos reservados