Abril tem bandeira vermelha em seu menor patamar

Simple Energy, 04 de abril de 2017

A bandeira para o mês de abril/2017 será vermelha, com custo de R$ 3,00 a cada 100 kWh (quilowatts-hora) consumidos. Este é o patamar menor da bandeira vermelha. Como o sinal para o consumo é vermelho, os consumidores devem fazer uso eficiente de energia elétrica e combater os desperdícios.

Criado pela ANEEL, o sistema de bandeiras tarifárias sinaliza o custo real da energia gerada, possibilitando aos consumidores o uso consciente da energia elétrica. O funcionamento das bandeiras tarifárias é simples: as cores verde, amarela ou vermelha (nos patamares 1 e 2) indicam se a energia custará mais ou menos em função das condições de geração de eletricidade.

Nessa semana, o diretor-geral da Agência Nacional de Energia Elétrica, Romeu Rufino, afirmou que em razão do nível atual dos reservatórios nas principais regiões consumidoras do país no encerramento do período úmido o primeiro patamar da bandeira vermelha muito provavelmente deverá ser mantido entre maio e novembro desse ano. Rufino explicou que não há perspectiva de reversão da situação hídrica no período seco.

A aplicação da bandeira nesse primeiro nível vai significar para o consumidor um custo adicional na fatura mensal de energia de R$ 3,00 a cada 100 kWh consumidos. Rufino admite que com essa cobrança a arrecadação da Conta Bandeiras tende a se recuperar e apresentar até mesmo saldo positivo nos próximos meses.

A bandeira passou de amarela em março para a vermelha 1 em abril. De dezembro a fevereiro, foi mantida a bandeira verde, sem custo adicional para o consumidor. Na Bandeira tarifária amarela, o custo é de R$ 2,00 a cada 100 kWh e no patamar mais caro da bandeira vermelha de R$ 3,50.


 

Fonte: ANEELSite externo.

Av. Das Nações Unidas, 14.171 - Marble Tower - 11º andar - Brooklin Novo

Tel: 2199 9400 - São Paulo - SP

Copyright 2017 - Simple Energy - Todos os direitos reservados