Preço da energia sobe acima da inflação

Simple Energy Post, 29 de Outubro de 2014

O preço da energia subiu acima da inflação para os clientes de quatro em cada cinco distribuidoras brasileiras na última década, aponta estudo do Instituto Brasileiro de Economia e Finanças (Ibecon). O levantamento mostra que, entre 2004 e 2014, o preço da energia chegou a subir até 167,7%, o equivalente a duas vezes e meia a variação da inflação no período.

A tendência de elevação dos preços se intensificou em 2014, quando os reajustes foram pressionados pela falta de chuvas e consequente acionamento das usinas térmicas. As tarifas de algumas das principais distribuidoras do País chegaram a subir mais de 30% neste ano, caso da Elektro, com reajuste de 37,8% anunciado em agosto.

Os dados, considerando 31 distribuidoras que atendem mercados com mais de 1 TWh/ano (um tera-watt-hora por ano), deixam evidente a mudança de cenário nos preços a partir de 2014. Se até o ano passado 21 das 31 (67,7%) principais distribuidoras do País apresentavam variação de preços abaixo da inflação, situação explicada principalmente pela redução das tarifas promovidas pelo governo federal em 2013, a partir dos reajustes deste ano, a situação se inverteu. Ao considerar aumentos anunciados até o mês passado, 21 das 26 distribuidoras (80,8%) reajustaram os preços acima da inflação acumulada.

 

 

DISCLAIMER: As informações apresentadas neste materianl foram elaboradas pela Simple Energy e refletem condições de mercado e cenários atuais. Trata-se de material meramente informativo com direitos de propriedade intelectual pertencentes à Simple Energy e, portanto, destacamos a não responsabilidade por ações tomadas com base neste informe.

Av. Das Nações Unidas, 14.171 - Marble Tower - 11º andar - Brooklin Novo - Tel: 2199 9400

São Paulo - SP

Copyright 2017 - Simple Energy - Todos os direitos reservados