PDE trará informações úteis para investidores

Simple Energy, 11 de novembro de 2016

O presidente da Empresa de Pesquisa Energética, Luiz Barroso, pretende introduzir "algumas inovações" no Plano de Decenal de Energia 2017/2025 (PDE), documento que sinaliza como se dará a expansão da matriz energética brasileira na próxima década.

Barroso espera concluir e publicar o documento ainda no primeiro semestre de 2017. A edição 2016/2024 não será publicada. "Vamos tentar introduzir algumas inovações, fazer uma análise de incertezas, com cenários alternativos de demanda. Tentar fazer uma análise que desancore o PDE de um cenário de referência e sim procure traduzir todos os aspectos de incertezas envolvidas no planejamento."

"A grande novidade é que, ao invés de a gente fazer um cenário de oferta e demanda, a gente quer fazer análises de sensibilidades sobre o que ocorreria caso alguns fatores de incerteza se materializassem, por exemplo, se a demanda crescesse diferente do esperado ou se tivesse mais hidrelétricas, para com isso captar um conjunto de informação que seja verdadeiramente útil para os investidores", disse o executivo à Agência CanalEnergia nesta quinta-feira, 10 de novembro.

A EPE também está preparando o cronograma de leilões de geração para o próximo ano. "Os leilões vão ocorrer: A-3, A-5 e Reserva, agora a gente queria antecipar isso para fazer o mais cedo possível, até para os leilões terem seus prazos de construção mantidos", sinalizou Barroso, que esteve em São Paulo para participar do Workshop On Power Transmission Bussiness in Brazil, promovido pela ANEEL em parceria com a Agência Brasileira de Promoção de Exportações e Investimentos - ApexBrasil.

 

Fonte: CanalEnergia Site externo.

Av. Das Nações Unidas, 14.171 - Marble Tower - 11º andar - Brooklin Novo

Tel: 2199 9400 - São Paulo - SP

Copyright 2017 - Simple Energy - Todos os direitos reservados